Momento de Reinventar seu Negócio

Por Denise Dariva

Nunca ouvimos e sentimos tanto a necessidade de REINVENTAR o nosso negócio, a pandemia trouxe a potencialização desse sentimento e essa constatação, isso é fato, mas tem muito mais a ver com o mercado e estratégia do que qualquer outra coisa. A influência do mercado está na precificação dos produtos, nas tendências, no modelo de negócio e até no comportamento do consumidor. E por isso, pensar estrategicamente e executar fará toda a diferença no impacto que seu negócio irá sentir mediante cenários atípicos e contingências, independente do tamanho e setor de atuação. E como se reinventar? Confira as 4 dicas abaixo:

1. Faça um planejamento estratégico: é fundamental ter a compreensão do status do cenário atual a fim de construir o futuro através de ações de curto, médio e longo prazo. Um Planejamento Estratégico deve desafiar a empresa a adquirir novas competências para se manter no mercado, se reinventar, se for o caso, mas sempre buscando a inovação como vantagem competitiva. Respondendo a 3 perguntas principais:

ONDE ESTAMOS? Ganhe presença. Como está o cenário do seu Negócio no momento atual? O que fazem os concorrentes? Uma ferramenta que te auxilia nas respostas é a MATRIZ SWOT, onde você determina suas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças.

ONDE QUEREMOS CHEGAR? Liste quais resultados você quer obter em um determinado período de tempo, seja ele 1, 2 ou 3 anos, ou até mesmo 1, 2 ou 3 meses. Cuide para que seus objetivos não sejam inalcançáveis, e consigam ser mensuráveis, ou seja, você deve conseguir medir o tamanho do crescimento proposto.

COMO CHEGAR LÁ? Pense estrategicamente, estipule as metas para que o objetivo seja alcançado no tempo estipulado. Quais as parcerias ideais? O que deve e o que não deve mudar? Deixe isto claro para seus colaboradores.


2. Construa cenários orçamentários: estes permitem a identificação de projeções otimistas, pessimistas e realistas de acordo com o mercado inserido. A capacidade dessa análise macro dá ao gestor um maior poder decisório e de adaptação do seu negócio, além da dimensão das ações prioritárias a serem tomadas, podendo ser um aumento da capacidade de investimento em marketing, descontinuidade de produtos, renegociações de dívidas, lançamentos e uma infinidade de ações que permitem ações preventivas.


3. Estimule sua rede de contatos: o poder do networking é muito representativo. Pense em você como cliente de qualquer marca, o quanto você valoriza a indicação de alguém, pela confiança transmitida, e isso é natural, estamos sempre buscando referências de consumo. Mas para que isso aconteça é fundamental estar presente na mente das pessoas, podendo se dar de diversas formas: solicitando ajuda, participando de eventos, estabelecendo parcerias, tendo interesse genuíno pelas conexões, pela descoberta de novas práticas, tentativa de colaboração, auxilio a outros empreendedores e busca de entidade de classe;


4.Dê valor ao marketing e a presença digital: o papel do marketing numa empresa está cada vez é maior, o empreendedor deve entender o comportamento do seu cliente e a importância da presença na web, para se adaptar e se comunicar de maneira correta. Você sabia que, segundo a New Voice Media 49% dos consumidores recomendam aos amigos que nunca utilizem o serviço após uma experiência negativa? E isso quer dizer que mesmo que você não esteja inserido no ambiente web sua marca pode estar, é um canal de comunicação onde às pessoas buscam a informação para comprar, comparar e reclamar. Para se ter ideia, o e-commerce cresceu 47% em 2020 no Brasil (Ebit | Nielsen) no 1º semestre de 2020 e tende a crescer 26 % em 2021. Mas lembre-se seu produto ou serviço não precisa estar numa loja virtual para ter presença web.


5. Estude tendências:

Para que os empreendedores sejam bem sucedidos é preciso acompanhar tendências e as melhores práticas do mercado, isso permite que sua estratégia seja mais coerente com o padrão de consumo e modelos de negócios. Se antecipe e usufrua de oportunidades que a maioria só vai se dar conta de mudar quando já tiver muitos concorrentes e deixar de ser inovação. Então, seguem alguns links para que você comece a acompanhar @trendwatching,@nielsen @McKinsey & Company @thinkwithgoogle.

Saiba que empreender demanda tempo, aprendizado, investimentos e experiência, reflita nas inúmeras ações que estão pendentes e mãos à obra!

A crise pode ser cíclica, de certa forma, não deixa de existir, pode ser pior ou não, também depende do ponto de vista. Mas pra quem se prepara e está atento às oportunidades do mercado, pode ser o melhor momento para empreender e inovar.

Denise Dariva é Fundadora da Sinergia Criativa


38 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  • Facebook
  • Instagram
  • Youtube
  • Linkedin

SARANDI

Avenida Expedicionário, 451 - Centro

Sarandi - RS - Brasil

CEP  99560-000

© 2021 Trudata.

Todos os direitos reservados.